• Frete Grátis - Confira regra

    A Ikesaki oferece Frete Grátis

    nos produtos identificados

    com o selo promocional

  • BEAUTY EXPRESS ATÉ 24 HORAS

    Grande São Paulo - Até um dia útil

    Entrega Brasil - Veja os prazos

    no carrinho de compras.

  • Até 6x - Sem juros
Fechar
blush-sem-misterio_banner

Indispensável na nécessaire e na bancada de todo maquiador, o blush é parte imprescindível no processo de maquiagem, já que é ele que dará cor às maçãs do rosto e um aspecto mais saudável ao visual. Além disso, ele ajuda a dar profundidade, marcar contornos e harmonizar os diferentes formatos de rosto. Mas se você ainda não sabe qual a maneira certa de passá-lo, o tom mais indicado para cada pele e o pincel ideal, experts no assunto explicam tudo a seguir. Prepare-se!

No tom certo
Rosado, pêssego, terracota, coral, laranja… As cores de blush disponíveis no mercado são muitas, assim como a quantidade de dúvidas que surgem na hora da escolha. No entanto, os profissionais são unânimes ao afirmar que prestar atenção na cor da pele é essencial nesse momento.

De acordo com Alex Cardoso, make-up artist do Espaço Be (SP), para as mulheres que possuem a pele mais branquinha, as tonalidades mais rosadas de blush são as ideais. Já para as morenas e orientais, tons bronze e avermelhados, como o terracota, são os mais indicados. O maquiador Henrique Mello (SP) complementa: “Em termos de coloração, acho que os ocres e marrons servem para todas as cores de pele, e o curinga, para deixar o rosto com aspecto ‘solar’, é o bronze”. A regra é basicamente essa:
Branca (rosada): Tons de rosa, pêssego e alaranjados;
Branca (amarelada): Tons rosados, como rosa-chiclete e ferrugem;
Morena: Tonas rosados, bronze, dourados e até mesmo pêssego suave. No enteanto, é preciso tomar cuidado com tons muito abertos para que a pele não fique com tom alaranjado;
Negra: Bronze escuro, marrom cintilante, vinho e tons avermelhados. Para esse tipo de pele é importante evitar tons de rosa e vermelho aberto.Diferentes texturas
Além das diferentes tonalidades, ainda é possível encontrar o produto em várias apresentações – desde as líquidas até mesmo em bolinhas. Mas, de acordo com a beauty artist Penelope Beolchi (SP), a escolha vai depender do efeito que você deseja dar para a make.

Pó compacto: Indicado para todos os tipos de pele, tem boa durabilidade e sua textura é mais fácil de aplicar.
Pó solto: Possui efeito mais natural do que o compacto e a maioria vem acoplado ao pincel, o que o torna prático para ter na bolsa.
Cremosos: Com textura hidratante, em peles mais secas ajuda a dar aspecto de cútis saudável. No verão, pode ser aplicado antes do blush em pó, o que ajudará a mantê-lo por mais tempo.
Líquidos: Possuir efeito suave e transparante, além de ser fácil de aplicar. Indicados para uso diurno, dão um aspecto corado e natural, mas não podem ser aplicados em regiões ressecadas, pois “mancham” a pele.
Mineral: Por não conter ativos alergênicos, óleos, corantes e fragrâncias, a maquiagem mineral não obstrui os poros e por isso promete causar menos danos à pele, dessa forma, possui textura fina e confere um aspecto natural.
Em bolinhas: Geralmente são iluminadores, ou seja, possuem uma leve cintilância. Por isso, devem ser aplicados suavemente para dar um toque final.Forma de aplicação
Para que a maquiagem fique natural é imprescindível que a aplicação do blush seja suave e sem exageros. O ideal é sempre tirar o excesso do pincel e esfumar, em movimentos circulares, a parte mais alta das maçãs do rosto até atingir uma cobertura uniforme. Depois, basta certificar-se de que os dois lados do rosto estão com a mesma intensidade de cor.

Outro ponto fundamental é identificar o formato do rosto para fazer com que o blush valorize seus traços. “Devemos aplicar o blush de acordo com o efeito que se deseja transmitir através da maquiagem, como afiná-los ou corrigir possíveis desproporções”, afirma Alex Cardoso. Entenda:Redondos
Mulheres que possuem o rosto redondo geralmente querem afiná-lo. Por isso, passe o blush abaixo das maçãs, direcionando para a boca.

Finos / compridos / ovais
Em rostos finos e compridos o blush pode ser aplicado na horizontal, em movimentos que vão da lateral à frente do rosto. O truque é aplicá-lo acima das maçãs do rosto. Mas atenção: blushes muito escuros nas laterais do rosto afinam ainda mais a face. Já nos ovais, o blush deve ser aplicado nas maçãs do rosto em direção às orelhas.

Quadrados
Por serem mais largos, também devem ser afinados com o blush direcionado para a boca. O movimento deve ir das orelhas para os lábios.

Triangulares
Aplique junto aos olhos, da maçã do rosto em direção às têmporas para quebrar o aspecto geométrico desse tipo de rosto.

Pincel ideal
De acordo com os maquiadores, usar o pincel certo na hora de aplicar o blush é extremante importante. “Quando adequados, facilitam a aplicação e o resultado do efeito desejado se torna mais fácil”, afirma Alex. Para isso temos duas opões:

Chanfrado: Serve para afinar o rosto, já que delineia melhor.
Arredondado: Indicado para espalhar o blush na bochecha em movimentos circulares e fazer uma marcação mais arredondada.